You need Adobe Flash Playerplugin in order to correct visualize this content.
Serviçso Úteis
Actividade (ex: hotel, rent-a-car, restaurante):

Ilha:


Clique no mapa para aumentar

COMO CHEGAR À ILHA DA GRACIOSA
A Sata – Air Açores, efectua voos diários, normalmente com origem na Ilha Terceira. O tempos de voo é de aproximadamente 20 minutos. Também a partir da Ilha Terceira, pode utilizar o transporte marítimo. De Maio a Outubro um barco de passageiros, liga todas as ilhas do grupo Central. A duração da viagem, entre a Ilha Terceira e a Graciosa, é de, aproximadamente, 3 horas.


SITUAÇÃO GEOGRÁFICA
Situada a 28º 05’ Oeste e 39º 05’ Norte, a Ilha Graciosa tem aproximadamente 62 Km2 (25,6 milhas2) de superfície, 12,5Km (6,7milhas) de comprimento e 8,5 Km (4,6 milhas) de largura. Faz parte do grupo Central do Arquipélago.

DESCOBERTA E POVOAMENTO
Provavelmente, foram marinheiros vindos da Terceira quem primeiro chegou a esta ilha. Não está determinada a data exacta deste acontecimento, embora muitos historiadores apontem para 1450. Sabe-se que o primeiro povoador foi Vasco Gil Sodré, natural de Montemor-o-Velho.

TRANSPORTES
Pode alugar uma viatura ou recorrer ao serviço de táxi para conhecer esta ilha. Também os transportes colectivos de passageiros fazem uma boa cobertura da Ilha.

LOCAIS DE VISITA OBRIGATÓRIA

• Furna do Enxofre – é um fenómeno vulcânico muito interessante. Descendo por uma escadaria em caracol, chega-se a uma abóbada vulcânica, onde existe uma lagoa com 130 m de diâmetro e 100 m profundidade, com água sulfurosa. Para beneficiar de iluminação da luz solar, sugere-se que se visite entre as 11 e 14 horas.

• Caldeirinha – Desta elevação tem-se uma vista panorâmica sobre as ilhas Terceira, S. Jorge, Pico e Faial.

• O Pico Timão (398 m) e Pico Facho (375 m), cobertos poro vegetação endémica, são locais para visitar.

• Monte Nossa Senhora da Ajuda - Proporciona-lhe uma agradável vista panorâmica sobre Santa Cruz, a parte norte da Ilha. Nesta zona pode visitar três ermidas dedicadas a S. João, S. Salvador e Nossa Senhora da Ajuda.

• Termas do Carapacho – As suas águas são indicadas para tratamento de doenças reumáticas e pele. Também nesta zona existe uma zona balnear, com águas convidativas a um bom banho de mar.

• Ilhéu da Baleia – Porque a sua configuração faz lembrar uma baleia, recebeu o nome deste cetáceo.

• Ilhéu da Praia – Fronteiriço à localidade e porto da Praia, esta formação rochosa, coberta de vegetação proporciona-lhe uma vista agradável.

• Museu da Graciosa - O acervo do Museu da Graciosa é vasto e diversificado, incidindo na sua maioria sobre objectos ligados à etnografia local. Além destes, o destaque vai apra colecções de moedas, postais, fotos antigas e recentes, jornais e documentos vários.



COMO CONHECER A ILHA

Itinerário 1
Saindo de Santa Cruz em direcção a Guadalupe, siga por Pontal, Feteira, Pedras Brancas, faça um desvio à Caldeira e Furna do Enxofre. Continue pela estrada da Luz até ao Carapacho, faça um desvio no trajecto, visite a zona dos ilhéus. Continue pelo litoral, passando por Fenais, Praia e Quitadouro até Santa Cruz. Antes de Terminar este percurso suba ao Monte de Nossa Senhora da Ajuda.

Itinerário 2
Partida de Santa Cruz, pela estrada à beira mar, pare no miradouro de Ponta da Barça, siga por Senhora da Vitória, Porto Afonso, suba até ao Pico da Terças, de onde pode observar uma das mais belas vistas panorâmicas da Graciosa. Faça um desvio até ao miradouro das Almas, siga até à estrada que atravessa a Serra Branca, continuando por Fajã, Luz, S. Mateus, (Praia), Quitadouro e regresse a Santa Cruz.


FESTAS TRADICIONAIS / ASPECTOS ETNOGRÁFICOS

Diversão e Cultura
As festas em honra do Divino Espírito Santo, também, nesta Ilha têm grande significado religioso e profano. Do Pentecostes ao Verão, as diversas localidades da Ilha festejam animadamente.
Na segunda semana de Agosto, realizam-se as festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
O carnaval na Graciosa é extremamente animado. Vivido entusiasticamente pelos graciosenses, constitui cartaz de atração turística desta ilha.
O Centro Cultural da Ilha Graciosa é um local onde se realizam as mais variadas manifestações culturais. É um interessante local de convívio.


MONUMENTOS

• Igreja de Santa Cruz, Igreja Matriz, construída no século XVI e reconstruída no século XVII, possui no seu interior retábulo pintado sobre madeira, azulejos do séc. XVIII, ricos painéis, assim como imagens dos séculos XVI, XVII., XVIII.

• Cruz da Barra, data do séc. XVI, estilo manuelino.

• Igreja do Santo Cristo, construída no séc. XVI

• Ermida de Nossa Senhora da Ajuda possui importante conjunto de azulejos do séc. XVIII.

• Igreja de S. Mateus, construída no séc. XVI, foi reconstruída no séc. XIX, contém imagens dos séc. XVI e XVII.

• Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, construção do séc. XVIII.

Ermida de Nossa Senhora da Vitória, construída no séc. XVII, em comemoração da vitória sobre os corsários argelinos.

PRATOS TÍPICOS / DOÇARIA / VINHOS
Caldeiradas de peixe e peixe assado são as formas mais usuais de saborear o maravilhoso peixe da costa desta ilha. Lagosta, cavaco, santola e lapas são mariscos abundantes. As queijadas da Graciosa, que têm fama em toda a região, pastéis de arroz, encharcados de ovos e massa sovada são as grandes especialidades da doçaria graciosense.
Na Graciosa produzem-se bons vinhos. Os vinhos brancos, as aguardentes velhas, ou ainda os vinhos aperitivos, produzidos na Ilha Graciosa, satisfazem os gostos mais exigentes.

ZONAS BALNEARES
Em águas límpidas, com temperaturas muito agradáveis, pode tomar o seu banho no Carapacho (piscinas naturais) e na Praia (praia), nas zonas balneares de Calheta e Barro Vermelho e piscina municipal de Corpo Santo.

PESCA DESPORTIVA
Se gosta desta actividade pode, na ilha Graciosa, deliciar-se capturando sargos, pargos, garoupas, bodiões, vejas, anchovas, bicudas, serras, etc., à bóia, ao fundo ou ao corrico, pode efectuar excelentes capturas. A costa é baixa e de fácil acesso. De barco, pode efectuar capturas de peixes de maiores dimensões, pesca de fundo ou de corrico.

CAÇA SUBMARINA
Lírios, sargos, garoupas, anchovas, echaréus, bicudas, vejas, bodiões, etc. são espécies abundantes.

MERGULHO
Águas límpidas permitem boa visibilidade, até profundidades significativas. A quantidade e variedade de espécies proporcionam momentos de grande beleza com óptimas condições para fotografia subaquática.

CAÇA
Codornizes, pombos, e coelhos, são as espécies mais abundantes. Sobre o calendário venatório informe-se junto do Serviço Florestal de Graciosa tel: 295 712143.

PASSEIOS A PÉ
Esta Ilha é adequada a este tipo de actividade. O relevo não é acentuado. Para tirar maior partido dos seus passeios, recomendamos que peça informação no local onde está alojado, uma vez que existem bons guias da especialidade. Não existem animais selvagens perigosos nem cobras.

RESERVA DE BIOSFERA
A Ilha Graciosa é “Reserva da Bioesfera”, devido à preservação das suas vivências sociais, culturais e tradicionais.

 

Webdevelopment Via Oceânica, Lda.